Com história que daria um filme, chef Phuoc comanda raro vietnamita em SP, o Miss Saigon

A região de Moema carece de bares e restaurantes com personalidade, mas quem procura encontra no bairro algumas ótimas surpresas gastronômicas. É o caso, por exemplo, do Miss Saigon, pertinho do Shopping Ibirapuera e um dos raros endereços vietnamitas de São Paulo.

De cozinha competente, o restaurante é um dos poucos que ainda não reabriu os salões para receber clientes nesta quarentena.

Segue operando só por delivery ou retirada de pedidos. O motivo é a idade do chef-fundador da casa, o vietnamita Vo Van Phuoc, de 62 anos e portanto do grupo de risco.

Aliás, a história dele é daquelas de roteiro de filme. Cansado com as guerras no Vietnã, lançou-se ao mar num pequeno barco pesqueiro junto com a mulher e outros 24 vietnamitas. Depois de três dias à deriva, o grupo foi resgatado por um petroleiro da Petrobras e desembarcou no Brasil em 1979. Curiosamente, seu primeiro emprego por aqui foi na Volkswagen de São Bernardo do Campo (SP), na linha de montagem de pneus para caminhões.

Nascido na pequena cidade litorânea de Qui Nhon, Phuoc toca o Miss Saigon atualmente com a ajuda de dois dos três filhos brasileiros.

O forte do cardápio são receitas típicas do sul do país asiático. Entradinha deliciosa, o chả giò (26 reais; 4 unidades; foto) é um rolinho primavera assado feito com massa de trigo e recheado de frango ou pernil suíno. Vem acompanhado de molhos agridoce e de peixe.

Entre os pratos principais está o pho xao hai san (56 reais; foto), talharim de arroz com camarão, lula, broto de feijão e amendoim que no dia do teste pedia um toque a mais de sal para realçar o sabor.

Ainda melhor é o pho bo (52 reais; foto), prato-ícone da gastronomia vietnamita que se popularizou pelo mundo. Servido num bowl, o pho lembra um lámen na apresentação, com o talharim de arroz e fatias de carne mergulhados num aromático e leve caldo de ossos — servido à parte no delivery para preservar o frescor da receita.

Cheio de nuances de sabor, o caldo é o ponto alto da receita. Leva 10 especiarias (como cravo, anis e canela) e demora 8 horas para ficar no ponto.

É possível pedir delivery pelos canais Delivery Direto, iFood, Rappi e UberEats.

Miss Saigon (@miss.saigon.br)
Alameda dos Jurupis, 1374, Moema.
Telefones: (11) 4564-1419 e (11) 9-4116-0521 (WhatsApp)
Terça a sexta, 18h/21h30;
Sábado, 12h/15h e 18h/21h30;
Domingo, 12h/15h;
Fecha às segundas-feiras.
https://www.misssaigon.com.br/deliverymisssaigon



HIGHLIGHTS
Miss Saigon

Faixa de Preço: $$
Tipo de Cozinha: Vietnamita

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

1 Comment

  • Reply February 5, 2021

    Luis - Visa Concierge

    O importante é se renovar e se manter no “novo normal”, muito legal um restaurante desse estilo está aberto para delivery e retirada na loja. Sou Concierge e muitos clientes estão seguindo 100% a quarentena e para eles o sistema delivery é a melhor opção e como trabalhamos com assuntos relacionados ao dia a dia, também conseguimos agendar e fazer os deliverys/reservas.

Comente este artigo