Expert na criação de cordeiro, Santa Ignácia lança delivery com tentadores sanduíches

Referência na criação de cordeiro da raça poll dorset, uma linhagem premium da Oceania, a Fazenda Santa Ignácia era conhecida até antes da pandemia como fornecedora de matéria-prima para célebres endereços paulistanos, como Evvai, deBetti e Vinheria Percussi.

Com a quarentena, a marca decidiu se lançar virtualmente e montou em agosto uma dark kitchen no Brooklin, de onde faz delivery de ótimos sanduíches com cortes de cordeiro.

As carnes são trazidas da propriedade tocada desde 1969 pela família Gusmão, na cidade de Cravinhos, próxima a Ribeirão Preto.

O melhor deles é o chamado pastrami lamb (45,90 reais; na foto que abre o post), de receita inspirada nos enormes sanduíches das delicatessens nova-iorquinas.

Montado entre duas fatias de pão sourdough de fermentação natural, traz macias e saborosas fatias de carne de cordeiro curada e defumada mais picles de pepino (que confere bem-vinda acidez) e boa quantidade de mostarda de Dijon e maionese caseira.

Alguns sandubas, porém, pedem um pouco mais de molho ou maionese para deixá-los mais apetitosos, como o cosme (costela de cordeiro desfiada e salada coleslaw no pão francês redondo; 35,90 reais) e o damião (36,90 reais), com pernil de cordeiro (de sabor bem pronunciado) e queijo da Serra da Canastra chapeado.

Completam o cardápio três sugestões de hambúrguer de cordeiro de 180 gramas, preparados na chapa e, uma raridade, chegam por delivery em ótimo ponto rosado.

De pendor árabe, o baalbek (38,90 reais) leva coalhada seca, abobrinha, zaatar e molho de hortelã. Ainda melhor é o santa ignácia (36,90 reais), que apresenta uma acertada combinação com pão australiano, queijo prato, molho chimichurri e bacon bem sequinho caramelizado com rapadura.

Como o delivery é terceirizado, é preciso contar com a sorte no pedido. Num dos testes, os sanduíches foram entregues em perfeito estado; noutro, o hambúrguer chegou desconjuntado.

De entrada, prove o ótimo bolinho de pernil e pastrami (34,90 reais; 8 unidades; foto).

Cordeiros Santa Ignácia (@fazendasantaignacia)
Quinta, 19h/23h;
Sexta, 
12h/15h e 19h/23h;
Sábado, 13h/16h e 19h/23h:
Domingo, 13h/16h e 19h/22h.
Pedidos pelo aplicativo Rappi.
www.fazendasantaignacia.com.br.

Fotos do bolinho, hambúrguer e sanduíches variados: Francesca Montanarini/Divulgação.

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

Seja o primeiro a comentar