Itaim ganha mais uma bandeira gastronômica com inauguração do bacana coreano Surah

SURAH2

Antes confinada sobretudo em bairros como Bom Retiro e Aclimação, onde a colônia se faz mais presente, a cozinha coreana começa a expandir suas fronteiras paulistanas. A ardida culinária do país oriental acaba de ganhar um representante no meio da muvuca do Itaim — o bacana Surah, inaugurado há duas semanas na Rua Bandeira Paulista.

SURAH6Em frente ao La Guapa Empanadas e vizinha ao complexo de cinemas Kinoplex Itaim, a casa foi criada pelo coreano radicado em São Paulo Sung Yoon Shin, cujos pais foram donos no início da década de 1990 do extinto restaurante Nur Bom, na Aclimação. Depois, mudaram-se para Manaus, onde cuidaram do restaurante Ara, por doze anos.

SURAH3Apesar da ambientação moderninha, o Surah tem cardápio focado em tradicionais receitas coreanas, como o apetitoso bibimbap (45 reais; foto) — um dos pratos típicos mais conhecidos pelos ocidentais. Trata-se de um mexidão de arroz branco com vegetais (como espinafre, cenoura e broto de feijão), pedaços de contrafilé e um ovo frito de gema mole por cima, tudo temperado com pasta de pimenta gochujang. Por 3 reais a mais, pode ser servido numa tigela quente, que ajuda a conservar o calor.

SURAH7Ainda mais picante é o saboroso jeyuk bokum (45 reais), que traz pancetta refogada nesta mesma pasta de pimenta coreana. Nem só receitas endiabradas, porém, compõem o enxuto cardápio. Sugestão que não fustiga a boca, o remur padjon (70 reais, para dois; foto) é uma espécie de panqueca fina feita com nirá, cebolinha, cenoura, ovo e farinha coreana mais frutos do mar como camarão e lula.

Como todo coreano que se preze, o Surah prepara também o bulgogi (150 reais, para dois), o churrasco típico da Coreia, com opção de preparo na mesa. Traz contrafilé marinado em molho de soja, alho e óleo de semente de gergelim e é levemente adocicado. Há ainda churrasco de costelinha de porco apimentada (dedi galbi) e de fraldinha (jumurlok).

SURAH5Na hora de beber, faça como os coreanos e misture o destilado típico deles, o soju (a partir de 33 reais; 360 mililitros) na cerveja, entre elas Heineken e Stella Artois (8 reais cada uma). Em atitude simpática, a casa serve chá de milho tostado de cortesia à clientela como boas-vindas nestes primeiros meses de funcionamento.

Surah Korean Cuisine
Rua Bandeira Paulista, 455, Itaim, tel.: (11) 3078-0184. 
Terça a sábado, 11h30/15h e 18h/22h30;
Segunda só almoço, 11h30/15h;
Fecha aos domingos.
surah.com.br
@surahbrasil

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

Seja o primeiro a comentar