Restaurante Seen leva badalação ao rooftop panorâmico do cinco-estrelas Tivoli Mofarrej

SEEN_RUMBULIOM_FELTRAN

Um dos mais célebres rooftops de São Paulo, a cobertura do hotel Tivoli Mofarrej voltou a brilhar em grande estilo. O salão panorâmico no 23º andar do cinco-estrelas da Alameda Santos — onde já funcionaram endereços como Vivaldi, Window e por último o Arola-Vintetres — renasceu como o já concorridíssimo Seen.

SEEN2Agora, o classudo endereço ganhou perfil de restaurante com atmosfera de balada, o que se traduz em iluminação reduzida, som disparado por DJ de 3a a sábado (em volume moderado, registre-se) e cardápio um tanto carregado nos cifrões.

Como nenhum endereço sobrevive apenas de oferecer uma incrível vista da cidade, o Seen buscou dois competentes profissionais para cuidar da cozinha e do bar — o chef William Ribeiro (ex-Bossa) e o bartender Heitor Marin (ex-Tête à Tête). Há também um balcão de sushis revestido de azulejos do célebre artista pernambucano Francisco Brennand, aos cuidados de Leonardo Enohi Massahiko (ex-Kinu, no hotel Hyatt).

SEEN3Anote aí: para conferir o vaivém não tem melhor ponto na casa que uma das 24 banquetas ao redor do bonito e enorme bar central, comandado por Marin e sua equipe. Boa escolha entre os coquetéis autorais é o equilibrado sour rumbullion (34 reais; foto). Leva rum envelhecido, xarope de pepino caseiro, licor francês St. Germain (de flor de sabugueiro), framboesa macerada e clara de ovo.

Vale provar também o exótico e interessante latino (32 reais), de paladar salgado e servido num copo baixo de cerâmica. Sua composição traz cachaça Leblon Merlet (envelhecida por 2 anos em carvalho francês), leite de tigre fresco, molho de tucupi preto e bitters artesanais de coentro e tamarindo.

SEEN1Marin trouxe do antigo emprego o potente liffey (32 reais; foto), defumado sobre o balcão com fumaça de casca de cipó-cravo. Completam a receita uísque irlandês, Campari, Aperol e vermute tinto.

A cargo do chef William Ribeiro, o menu reúne boas entradinhas para compartilhar. Entre elas, os cremosos croquetes de cordeiro ao molho de mostarda e mel (22 reais; 2 unidades; foto) e o ceviche de peixe branco (45 reais; foto) com sagu de coco e toque de caldo de tucupi, que dá personalidade ao sabor.

SEEN4Dos pratos, vale provar o saboroso corte de wagyu (maminha ou contrafilé) grelhado em char broiler e fatiado (120 reais; 250 gramas) na companhia de palmito pupunha ao creme de espinafre gratinado, cobrado à parte (28 reais). Para não depender da boa vontade da hostess, recomenda-se reservar. Felizmente, a casa não cobra entrada nem consumação mínima.

SEEN5Seen
Hotel Tivoli Mofarrej — Alameda Santos, 1437 (23º andar), Cerqueira César, tel.: (11) 3146-5923.
Segunda a quinta, 19h/1h;
Sexta e sábado, 19h/2h.
E-mail para reservas: reservas@seensp.com

Crédito das fotos do drinque rumbullion, do chef William Ribeiro e do ceviche: Leo Feltran/Divulgação.

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

Seja o primeiro a comentar