Sócios do japonês Dô inauguram descolado bar de coquetéis e saquês no Baixo Pinheiros

OSAKE1

Com duas concorridas unidades, em Pinheiros e nos Jardins, o Dô consolidou-se como um dos bons endereços japoneses da cidade. Parte dos sócios da casa resolveu entrar recentemente no ramo de bares. Inauguraram na Rua Ferreira de Araújo — a dois quarteirões da matriz do Dô —, na região apelidada de Baixo Pinheiros, um transado endereço de coquetéis e saquês.

OSAKE2Quase em frente ao italiano Più, o Osake faz o estilo de um bar-lounge intimista e à meia-luz, com som aos cuidados de DJ às 6as-feiras e aos sábados. Por trabalhar com comandas individuais, é também um bom lugar para comemorar aniversário.

Com poucos meses, a casa ainda não emplacou totalmente (alterna noites mais cheias e outras menos), mas tem potencial. Um dos seus chamarizes é a presença atrás do balcão do competente bartender Alexandre Arruda, que já trabalhou no SubAstor e no Z (ex-Z Carniceria), entre outros endereços bacanas.

OSAKE3Temático, o menu etílico montado por ele traz, por exemplo, 10 versões de gim-tônica (29 reais cada uma), que podem ser preparadas com 13 gins diferentes, como o excelente Martin Miller’s (neste caso, paga-se 13 reais a mais).

Prove o grape tonic (foto), com bitters de angostura com absinto (daí a cor turva), grapefruit desidratado e alecrim. Entre os clássicos, vale provar o dry martini com gim inglês Plymouth (29 reais) e o caprichado moscow mule com espuma de gengibre.

OSAKE4Inspirado no boulevardier, o smoking boulevard (30 reais; foto) também agradou nas visitas realizadas. Trata-se de uma potente combinação de uísque Johnnie Walker Double Black, Campari, vermute tinto Punt e Mes, Fernet, tintura de sal e spray do uísque escocês defumado Ardbeg. A casa oferece ainda 24 rótlulos de saquês (foto), a exemplo do extra seco Hakutsuru Jummai Dry (140 reais a garrafa; 36 a dose).

OSAKE7Da cozinha, destoou o hambúrguer bovino de gado wagyu (42 reais), servido num pão meio murcho. Por outro lado, fizeram bonito os tenros anéis de lula com nirá refogado e molho de maionese verdadeiramente picante (23 reais; foto), a macia e saborosa língua bovina grelhada (mesmo preço) e o tataki de salmão (42 reais; foto).

Às segundas-feiras, dia em que a maioria dos bares fecha, rola no Osake o projeto Segunda Sem Lei, com DJs que mudam toda semana.

OSAKE6Osake
Rua Ferreira de Araújo, 323, Pinheiros,
tel.: (11) 2776-0241.

Segunda a quarta, 18h/0h;
Quinta a sábado, 18h/1h;
Fecha aos domingos.



HIGHLIGHTS
Osake

Faixa de Preço: $$
Tipo de Cozinha: Japonesa

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

Seja o primeiro a comentar