Sócios do Tre Bicchieri inauguram nos Jardins o Etto, que tem massas por até R$ 50

ETTO_ABRE

Que bons e caros restaurantes dominam a cena gastronômica dos Jardins todo mundo sabe. Felizmente, vez ou outra, surge no pedaço uma novidade capaz de agradar igualmente o paladar e o bolso. É o caso do italiano Etto, casa mais informal e barata de sócios do classudo Tre Bicchieri. Em conta mesmo — quase todas as massas no menu custam menos de 50 reais.

ETTO2Inaugurado há um mês na Rua Bela Cintra, vizinho à bela loja de vinhos da importadora Grand Cru, o Etto também agrada pelo ambiente transado. No salão principal, atraem o olhar reproduções de Giuseppe Arcimboldo (1527-1593). O pintor milanês era conhecido por usar imagens da natureza (frutas, verduras e flores) para compor fisionomias humanas, como na famosa série As Quatro Estações.

ETTO3Neste pouco tempo de vida, uma entrada já conquistou a preferência da clientela. O ovo no purgatório (21 reais; foto) traz dois ovos caipira poché sobre um tentador ragu de linguiça suína e cogumelos. No capítulo dos pratos principais, brilham massas como o tonarelli cacio e pepe (49 reais; foto). A massa longa, feita na casa, tem cozimento al dente e acerta na densidade do molho de queijo pecorino e no sabor que destaca a potência da pimenta-do-reino moída.

ETTO7Receita que cai bem nas noites frias, o rotolini é uma espécie de minicanelone recheado de ricota e espinafre e gratinado ao molho de tomate (45 reais). Também agradou nas visitas anônimas realizadas o nhoque de batata ao molho de tomate cozido lentamente com linguiça artesanal moída e servido sobre fonduta de parmesão (49 reais; foto). Este um pouco mais caro (57 reais), o stinco (canela) de vitela assado com polenta cremosa é outro destaque do menu.

ETTO4A lista de tintos, brancos e rosés dá ênfase às garrafas italianas. Boa dica, o Villa Medoro Montepulciano d’Abruzzo 2013 é vendido ali por 115 reais (razoáveis 36 reais a mais do que na vizinha importadora Grand Cru, onde sai por 79 reais). Só falta melhorar a pífia oferta de vinhos em taça. O Etto prepara ainda um correto negroni (31 reais) envelhecido num pequeno barril de carvalho.

Etto
Rua Bela Cintra, 1783, Jardins, tel.: 2649-4448 e 2649- 4442.
(entre as alamedas Tietê e Franca)
Segunda a quinta, 12h/15h e 19h/0h;
Sexta, 12h/16h e 19h/1h;
Sábado, 12h/1h;
Domingo, 12h/17h.

Crédito da foto que abre o post: @paladarsemfrescura

 

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

Seja o primeiro a comentar