[SP] Bar asiático Mica, dos mesmos donos do Pitico, é uma das melhores novidades de 2017

MICA2

Antes totalmente desconhecida, a Rua Guaicuí, em Pinheiros, passou por uma pequena revolução desde a chegada do bar Pitico, no início de 2015. De lá para cá, a via de um só quarteirão — entre as ruas Padre Carvalho e Fernão Dias — viu florescer sua vocação noturna e ganhou mais bares e uma hamburgueria. No fim de janeiro, os donos do Pitico fincaram mais duas bandeiras ali. Inauguraram de uma só vez a lanchonete Buraco Quente e o bar Mica.

MICA1Ainda que ofereça receitas asiáticas, o Mica tem ambientação que lembra os izakayas, os típicos botecos japoneses. Anote: é uma das melhores novidades surgidas neste ano em SP. De fachada estreita, a casa dispõe de um extenso balcão de 16 lugares (foto) na parte interna. Atrás dele fica a cozinha, onde tudo é preparado à vista dos clientes e servido em pequenos bowls, para comer com hashis. O preço é outro atrativo: todas as sugestões custam 14 reais cada uma. Mesinhas? Só na calçada.

MICA8Uma das receitas imperdíveis servidas por lá é o peixe curado (foto). Traz fatias de peixe-prego marinadas em shoyu, gengibre e outros temperos e, sobre ela, creme azedo (sour cream) e uma unidade daquele salgadinho de ervilha torrada com raiz-forte, que dá uma textura crocante. Outra delícia é a porção de quiabo grelhado em char broiler num tempero que leva manteiga, pasta de missô, vinagre e açúcar. Surpreendente.

MICA3Das frituras, vale apostar na almôndega de copa lombo ao molho de tamarindo, que faz boa dupla de ataque com o gohan (arroz japonês; 6 reais). Preste atenção ainda nas conservas prontas sobre o balcão, finalizadas na hora. Entre elas, a que traz polvo combinado a kimtchi (acelga apimentada, mas de ardor moderado), que vem incrementado com cebola-roxa e alga nori.

MICA6Na oferta etílica, fazem bonito os drinques, que fogem do lugar-comum. Um bom exemplo é o satang muu (20 reais; foto), feliz combinação de shochu coreano, suco caseiro de beterraba com raiz-forte e suco fresco de limão-taiti.

MICA5Também agrada o surya (20 reais; foto), com gim, gengibre e uma aromática folha de shissô. Completam o conciso menu cervejas japonesas Kirin (10 reais) e Sapporo (22 reais) e saquê Hakushika (35 reais a dose). De terça a sexta até 15h, a casa serve almoço-executivo, por 29 reais.

Mica
Rua Guaicuí, 33, Pinheiros. Não tem telefone.
Terça a domingo, 12h/0h;
Fecha às 2as-feiras.



HIGHLIGHTS
Mica

Faixa de Preço: $
Tipo de Cozinha: Asiática

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

Seja o primeiro a comentar