Talentoso discípulo de Salvatore Loi brilha no novíssimo e moderno italiano Evvai

MALLOREDUS_EVVAI_TADEU BRUNELLI

Inexplicavelmente, o imóvel número 102 do corredor gastronômico da Rua Joaquim Antunes não costuma trazer bons ventos aos restaurantes que abriga. Desde 2015, abriram e fecharam brevemente ali dois bons endereços: o francês Meating Bistrot (de Petrit Spahija, marido da atriz Maria Fernanda Cândido) e o Loi, italiano cheio de pompa e cifrões do italiano Salvatore Loi.

EVVAI20_TADEUBRUNELLIInaugurado há um mês neste mesmo ponto, o Evvai chegou disposto a quebrar a escrita. Manteve a chama italiana do endereço — agora de atmosfera mais informal e com preços mais comedidos — e mostra um início de carreira bastante promissor.

A cozinha está agora aos cuidados de um talentoso discípulo de Loi, o jovem Luiz Filipe Souza, de 28 anos, que era subchef da antiga casa e assume o posto de protagonista. Numa cozinha aberta para o salão, ele executa um menu criativo, que destaca receitas da Bota com toques modernos e apresentação cuidadosa.

EVVAI8Uma das melhores entradas, o tartar de carne (45 reais; foto) apresenta um delicioso contraste de texturas. Traz bombom de alcatra ou filé-mignon incrementado por ovas de truta de sabor suave, curadas em prosecco, e fininhas lâminas de batata frita. Completa a receita um aveludado sour cream com raiz-forte. Ainda na seção de abre-alas, vale a pena provar também a polenta cremosa taragna (35 reais), de milho e trigo sarraceno. É servida com ovo caipira mollet defumado e bacalhau mantecato (creme de bacalhau).

EVVAI1A lista de pratos principais é ainda mais tentadora. Dela fazem parte sugestões como o delicado tortellini de vitelo (63 reais) de cozimento al dente, servido com fonduta de grana padano, espuma de creme de leite e tomilho e um saboroso demi-glace da própria carne. Também se destacou nas visitas realizadas o malloreddus (massa curta de sêmola e açafrão típica da Sardenha; 54 reais; foto), que leva tomate pelado, cubinhos de guanciale (bochecha de porco curada) e um interessante toque de erva-doce.

EVVAI4Outra massa da Sardenha, a fregula (69 reais) compõe um prato que lembra um risoto. Leva manteiga defumada, legumes, polvo grelhado e lâminas de vieira crua com raspas de limão-siciliano.

A estrela entre as carnes é o maialino (68 reais), que traz pernil e paleta de leitão assados por 36 horas em baixa temperatura com purê de feijão-branco, uva crimson e radicchio grelhado.

EVVAI3Servido no almoço e no jantar, o menu-degustação de sete estágios custa 180 reais. A lista de vinhos, que merecia ser incrementada, traz exemplares como o Ricossa Barbera d’Asti 2015 (129 reais), italiano do Piemonte, e o chileno Leyda Pinot Noir Reserva 2016 (119 reais).

Evvai
Rua Joaquim Antunes, 102, Jardim Paulistano, tel.: (11) 3062-1160.
Segunda a quinta, 12h/15h e 19h/0h;
Sexta, 12h/15h e 19h/1h;
Sábado, 12h/16h e 19h/1h;
Domingo, 12h/17h (não abre à noite).

Fotos (tortellini, malloreddus e da cozinha): Tadeu Brunelli/Divulgação.



HIGHLIGHTS
Evvai

Faixa de Preço: $$$
Tipo de Cozinha: Italiana

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

1 Comment

Comente este artigo