Região do Baixo Pinheiros ganha mais uma endereço bacana: o izakaya Taka Daru

Convertida em novo pólo gastronômico, a região apelidada de Baixo Pinheiros continua ganhando endereços bacanas. A última boa novidade a aportar por ali é o izakaya Taka Daru, recém-inaugurado na Rua Costa Carvalho. A casa surgiu da parceria entre o restaurateur Edrey Momo (da Taberna da Esquina) e o cozinheiro Takaaki Yasumoto (foto), que mantém há quase vinte anos em Moema o restaurante Yakitori, frequentado pela comunidade japonesa.

TAKADARU1O endereço montado pela dupla lembra uma acolhedora taberna japonesa. Compõem a atmosfera madeira escura, luminárias redondas e ideogramas orientais estampados nas janelas. Na varanda, foi preservada uma quaresmeira, ao redor da qual há um banco de madeira usado como área de espera.

Não espere achar sushis ou sashimis no cardápio. Como na casa de Moema, estrelam o menu os chamados yakitoris, apetitosos espetinhos de frango preparados numa grelha a gás. Aparecem nas versões sobrecoxa (5,80 reais), asinha (5,20 reais), coração (5,20 reais), moela (mais rígido; 4,80 reais) e fígado (de textura quase esponjosa; 4,80 reais). Vale provar também os espetinhos de aspargo com bacon (8,20 reais) e o de quiabo (4,80 reais).

TAKADARU4A cozinha aberta para o salão de 50 lugares também solta sugestões como os tradicionais pastéis wantan (de camarão ao curry; 20,80 reais; 5 unidades) e o delicioso butakimuti (panceta refogada com acelga apimentada; 22,80 reais).

Outras boas receitas quentes são o yakisoba de frutos do mar (64,80 reais) e o sukiyaki servido na panela de ferro (44,80 reais) — saboroso cozido de filé-mignon, agrião, tofu, shiitake, shimeji e macarrão udon que satisfaz, fácil fácil, duas pessoas.

TAKADARU3A divisão etílica é bem nipônica: cervejas Kirin (11,80 reais) e Saporro (18,80 reais), servidas em copos americanos resfriados, além de saquê e shochu (destilado japonês). Um ponto a melhorar é a oferta de rótulos por dose, reduzida a uma opção de saquê importado (o seco e agradável Hakushika Karakuchi; 36 reais a dose) e uma sugestão de shochu, o Iichiko, de cevada (27 reais).

Taka Daru
Rua Costa Carvalho, 234, Pinheiros, tel.: (11) 3034-0937.
Terça a quinta, 12h/15h e 17h30/23h;
Sexta, 12h/15h e 17h30/0h;
Sábado, 12h/0h;
Domingo, 12h/18h.

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

2 Comments

  • Reply April 11, 2016

    Leonardo Park

    e ai fabio! fui experimentar o bar na sexta-feira e infelizmente não gostei muito.
    diferente de sua foto, a apresentação dos espetinhos foi muito fraca. gostei mas vieram 3 “jogados” num prato branco enorme. o preço do lamen sugere uma refeição individual completa, mas acabei com o macarrão em 3 “garfadas”.
    o que mais gostei no restaurante foi o ambiente! mto aconchegante e agradável! acredito que o restaurante vingue com uma maior variedade de pratos, pois faltam opções de frutos do mar. e aumentem a porção do lamen ou diminuam o preço do mesmo!
    abs

    • Reply April 11, 2016

      Fabio Wright

      Que pena que pecaram na apresentação, Leonardo.
      Quando eu fui não foi servido assim. Vieram em pratinhos menores.
      Estava muito cheio na 6a-feira?
      Sobre o lamen, não provei. Há lugares em que é possível um “refil” do macarrão, como no Tan Tan Noodle Bar.
      Experimentei o sukiyaki servido na panela de ferro e esse é bem servido.
      Abraços, Fabio

Comente este artigo