Chef Heaven Delhaye vira sensação no Rio com restaurante francês contemporâneo D’Heaven

Converter a visibilidade na TV num negócio de sucesso não tem sido tarefa fácil para os ex-participantes do MasterChef Brasil. Em São Paulo, os poucos que se aventuraram padeceram, como a carismática chinesa Jiang Pu, que fechou o Chi, e mineiro Pablo Oazen — vencedor do MasterChef Profissionais —, que só deve reabrir o Benza, em Pinheiros, depois da pandemia.

Não está em São Paulo, e sim no Rio, o restaurante de maior sucesso comandado por um ex-MasterChef. Trata-se do D’Heaven, inaugurado em dezembro no requintado shopping Village Mall, na Barra da Tijuca.

O endereço francês contemporâneo, com pitadas italianas e brasileiras no menu, é comandado pela chef fluminense Heaven Delhaye, que já tinha fama como apresentadora de TV quando foi selecionada para participar da 3ª temporada do reality show.

Suas primeiras casas no Rio foram o Chez Heaven (fechado na pandemia) e o Heaven Cucina, no shopping Vogue Square. Em sociedade com um poderoso grupo carioca focado em gastronomia, ela deu um passo ainda maior ao abrir o D’Heaven.

A casa ocupa o vistoso ponto no terceiro andar do Village Mall onde era a extinta filial carioca do Sal Gastronomia — restaurante com matriz em SP que pertence, aliás, ao jurado do MasterChef Brasil Henrique Fogaça.

Mesmo com 128 lugares, o D’Heaven vive bombado de gente, com espera que ultrapassa fácil 1 hora nos fins de semana.

A melhor entrada provada na visita foi a panelinha de polvo (68 reais; foto).

Para compartilhar, a sugestão traz pedaços dos tentáculos em ponto de cozimento perfeito na companhia de minibatata dourada, pétalas de cebola, tomate-cereja, azeitona, gremolata e um toque discreto de bacon.

Também são fartos os pratos principais, entre os quais faz sucesso o espaguete à carbonara (79 reais; foto). No D’Heaven, este clássico da cozinha italiana é finalizado à mesa dentro de uma peça de parmesão de 32 quilos.

Apesar da massa não ser servida al dente, a receita agradou no dia pelo molho, que equilibra bem o queijo com gema de ovo caipira, pimenta-do-reino e bacon.

Uma das marcas registradas da chef Heaven é o uso do molho demi-glace, que aparece em várias receitas — como o cupim com musseline de inhame e tartar de banana (78 reais; foto) e o boeuf bourguignon (85 reais).

Nesta seara, é imperdível a paleta de cordeiro (83 reais; foto). Depois de assada lentamente e desfiada, a carne é prensada e envolta num denso demi-glace. Por fim, é servida sobre nhoques romanos regados por uma harmoniosa fonduta de parmesão com azeite de salsinha.

Uma curiosidade: a afinada equipe da cozinha é formada majoritariamente por peruanos.

D’Heaven (@dheavenoficial)
Shopping VillageMall
Avenida das Américas, 3900 (piso 3), Barra da Tijuca.
Telefone: (21) 3252-2896.
Segunda a quinta, 12h/22h30;
Sexta e sábado, 12h/23h30;
Domingo, 12h/22h.

Foto da chef e do ambiente: Vitor Faria (@vitorfariap).



HIGHLIGHTS
D'Heaven

Faixa de Preço: $$$
Tipo de Cozinha: Francesa contemporânea

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

Seja o primeiro a comentar