Chef Tobias Linguiçaria, em Pinheiros, encanta pela cozinha alemã com pitadas autorais

Como em outras grandes capitais do mundo, o que faz São Paulo tão interessante gastronomicamente não são só projetos grandiosos de chefs famosos e investidores poderosos. Ainda mais interessante é descobrir histórias como a do Chef Tobias Linguiçaria.

Híbrido de restaurante e wine-bar, o endereço instalou-se no fim do ano passado no simpático imóvel onde era o extinto restaurante italiano Albertina, em Pinheiros.

Quem toca com empenho e entusiasmo o Chef Tobias Linguiçaria é (claro!) o próprio Tobias Welsch, alemão da pequenina cidade de Landau, no sudoeste germânico (próximo à fronteira com a região francesa da Alsácia).

Tobias divide as ações ali com a mulher, Vivien Kelber. Catarinense radicada em São Paulo, ela é sócia da microimportadora de vinhos Weinkeller, que traz ao Brasil 25 rótulos alemães, expostos logo na entrada.

Um dos principais atrativos do cardápio são as linguiças artesanais que Tobias produz com temperos variados e sem qualquer conservante ou aditivos químicos.

A produção começou em 2016 e o sucesso nas vendas por encomenda animou o casal a abrir um espaço próprio para vendê-las.

Entre os embutidos suínos disponíveis, preparados na chapa e cortados para aperitivo, vale provar com pfälzer bratwurst (com noz moscada e alho) — linguiça típica de Renânia-Palatinado, região-natal do chef.

Também agradaram a linguiça de ervas finas (de sabor mais suave) e ótima puglia bratwurst, com sabor marcante de erva-doce.

Os embutidos podem ser pedidos num mix com duas unidades à escolha (54 reais), que inclui pão e duas mostardas caseiras.

Suas novas criações são as linguiças de picanha de javali (56 reais a unidade), a suína com laranja e semente de coentro (42 reais cada uma; foto) e a suína com manga e chili.

A cozinha prepara ainda um delicioso chucrute com bacon (25 reais), currywurst com batata frita (62 reais), cachorros-quentes alemães (49 reais) e um bom wiener schnitzel (79 reais; foto), escalope suíno empanado acompanhado de uma surpreendente salada fria de batata — que não leva maionese e sim gema de ovo e uma redução de vinagre, suco de maçã e especiarias.

Servido sobre o spätzle — tradicional macarrão germânico de massa levinha —, o ragu de linguiça (63 reais; foto) ficaria mais apetitoso se que fosse um pouco mais úmido.

Nesta semana, infelizmente, vários itens do cardápio foram reajustados em até 40%.

Nos fins de semana, a cozinha prepara um bonito, portentoso e ótimo eisbein (joelho de porco), acompanhado de chucrute e salada de batata (149 reais, para dois; na foto que abre o post).

Chef Tobias Linguiçaria (@cheftobias_linguicaria)
Rua Simão Álvares, 484, Pinheiros, tel.: (11) 95437-1966.
Quarta a sexta, 12h/15h e 18h30/22h;
Sábado, 12h/22h;
Domingo, 12h/17h.
www.cheftobias.com.br

Foto dos proprietários: Divulgação.



HIGHLIGHTS
Chef Tobias Linguiçaria

Faixa de Preço: $$
Tipo de Cozinha: Alemã

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

Seja o primeiro a comentar