Benza, do chef Pablo Oazen, renasce em plena forma e cheio de novidades em Pinheiros

“Foi uma luta”. É com estas palavras que o chef mineiro Pablo Oazen costuma resumir sua dedicação para manter de pé o Benza, restaurante que abriu em dezembro de 2019 em Pinheiros e foi obrigado a fechar três meses depois por causa do início da pandemia.

Eis que para surpresa de muitos, o endereço que parecia fadado a engrossar a lista de lugares que baixaram as portas em definitivo no período renasceu dois meses atrás — e, o melhor, em plena forma e cheio de novidades.

Vencedor do programa MasterChef Brasil em 2017, Oazen reativou o Benza praticamente sem mudanças em relação à ambientação, mas aproveitou este tempo todo fechado para incrementar o menu com mais receitas brasileiras de pegada contemporânea.

Nascido em Juiz de Fora, o cozinheiro bom de prosa turbinou a seleção de entradinhas para compartilhar. Uma das novidades são os pães de queijo da Serra da Canastra servidos com catchup artesanal de goiaba (38 reais).

Outra boa “mineirice” com toque de chef é o picadinho de carne serenada (44 reais; foto), que lembra pelo visual um steak tartar. Nele, esta carne-seca à mineira ganha temperos instigantes como molho oriental de pimenta, picles de abóbora, alga hijiki e feijão fermentado.

Também uma entradinha, os canapés de avocado, pimentas brasileiras, coentro e picles de cebola-roxa (44 reais; foto) ficariam melhores com um tchan a mais de acidez.

Para quem aprecia o sabor intenso do ovo caipira, uma dica certeira é o minisanduíche que traz a gema cozida lentamente a vácuo entre duas fatias um amanteigado brioche tostadinho (28 reais; quatro unidades; foto).

Embora a tentação de ficar só nas entradinhas seja grande, não convém perder os pratos principais. São somente cinco sugestões, mas as receitas surpreendem.

É o caso do peixe do dia assado em forno a lenha com crosta de paçoquinha servido com lâminas de palmito-pupunha. O encanto vem do delicado e ótimo molho, feito com caldo dashi, leite e caldo do peixe (89 reais; foto).

Também fez bonito a carne serenada (122 reais; foto). Trata-se de um filé-mignon curado em sal e açúcar mascavo, depois selado em manteiga-de-garrafa e por fim grelhado na brasa. É servido com creme de alho assado e couve recheada de cogumelo e vegetais.

Para fechar a visita, segue imbatível a sobremesa chamada A Goiaba (39 reais; foto), que lembra uma fruta in natura na aparência. É um sorbet de goiaba recheado de goiabada envolto numa casquinha de chocolate branco. Acompanha catupiry caseiro, lascas de queijo Canastra e crumble de castanha-do-pará.

Benza (@benza.restaurante)
Rua Costa Carvalho, 72, Pinheiros, tel.: (11) 9-3962-0679.
Terça a sexta, 19h/23h;
Sábado, 12h/16h e 19h/23h;
Domingo, 12h/16h.
Fecha às segundas-feiras.

Foto do chef: Rubens Kato/Divulgação.

 



HIGHLIGHTS
Benza

Faixa de Preço: $$$
Tipo de Cozinha: Brasileira autoral

Jornalista paulistano, foi crítico de bares da revista "Veja São Paulo" durante dez anos — período em que escreveu e foi jurado das edições anuais "Comer e Beber". Antes, trabalhou como colunista do jornal "O Estado de S. Paulo" (de 1994 a 2001) e colaborou para os extintos "Jornal da Tarde" e "Época São Paulo". Nos últimos dez anos, visitou dezoito países, sempre em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia.

Seja o primeiro a comentar